Brunch para Isabella


E aí, gente! Tudo certo?

Esses dias desde que levantamos, quando eu falava que tinha que fazer papá, a Isa soltava um "qué papá não, mamãe..." A primeira reação da gente é querer enfiar pela goela da criança um monte de comida, mas fala sério: você nunca tem dias sem apetite ou com aquela vontade de comer algo que não sabe o que é?
Respeitei o dia dela e resolvi tentar um brunch (esse é o nome chique da refeição que mistura café da manhã com almoço, isto é, breakfast com lunch): fiz ovos, cortei algumas frutas e acrescentei aveia e fiz um café fresquinho. Ela comeu TU-DO! E olha o sorriso!
A gente tem que parar de enxergar as crianças como robozinhos que não têm vontade própria, e sim como indivíduos que tem direito a escolha. OBVIAMENTE nós temos a obrigação de direciona-los a escolhas que sejam boas para eles, mas ainda assim é importante deixa-los saber que têm voz.
.
.
☕Sobre o café: Café me tira super o sono, já meu marido vai pra cama com uma canecona de café e dorme como uma pedra. Isabella sempre mostrou interesse por café, mas como ela nunca foi de dormir eu não dava, ou dava o descafeinado (que ela não curtia). Fiz o teste e ela puxou o pai - dorme o mesmo tanto com ou sem café. Então vez ou outra deixo ela tomar um pouco de café pela manhã, quando não quer leite com sustagem. Lembrando que os pediatras não aconselham cafeína para crianças, eu dou por minha conta e risco 😉

Beijo da Tia :)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Restaurando couro sintético

Teste da Tia: Máscara facial negra, da Avon

BB Cream Clearskin Avon