Papeando sobre: Como vender pela internet?

imagem: thepennyhoarder.com
E aí, gente? Tudo em ordem?
Como muitos de vocês sabem eu deixei meu trabalho quando a Isabella nasceu para poder me dedicar a maternidade (conto mais sobre isso aqui ) , mas pra mim que trabalho desde sempre é muito ruim depender financeiramente de alguém. E sei que eu e meu marido somos uma dupla que trabalha em equipe e o que é dele é meu. Eu sei. Mas ter que "pedir dinheiro" pra comprar um batom ou qualquer "futilidade" realmente me deixa desconfortável (pra não dizer com peso na consciência de gastar um dinheiro que eu sei que é bem suado com bobagens), e por isso comecei a me aventurar nas vendas diretas (falo sobre isso neste post aqui ) e também nas vendas pela internet.
Vendo de tudo um pouco: Os produtos das marcas que revendo (Avon, Eudora, Korres e Demillus), coisas roupas e sapatos que garimpo em brechós, desapegos daqui de casa. Uso os sites Mercado Livre e o Enjoei que são confiáveis e fáceis de usar.

Mercado Livre

O Mercado Livre eu vejo como um mercadão popular: a maioria das pessoas o acessa para encontrar coisas mais baratas do que em outros lugares, e nele você encontra de tudo. Por isso é um bom lugar para vender "tranqueiras"  (já vendi celular sem funcionar para quem procura por peças, celular mais velhinho, notebook com defeito, cadeirinha de balanço, bebe conforto...) e roupas mais baratas - dificilmente você vai conseguir aquela camiseta branca básica que custa uma fortuna só por causa da marca.
Outra coisa legal no Mercado Livre é que você tem a opção de anunciar gratuitamente por 30 dias. Também tem o anúncio clássico (que cobra 11% do valor da venda e te dá mais relevância nas buscas) e o premium, (que cobra 16% do valor da venda, permite que o comprador parcele as compras sem juros, além de colocar seus produtos no topo das buscas). Lógico que um produto no anuncio gratuito não vai aparecer tanto nas buscas quanto os dos anúncios pagos, mas eu já vendi várias vezes com o anúncio grátis e só paguei a taxa de R$3,00 de transferência do dinheiro pra minha conta, então vale a pena tentar.
Depois da venda é bem fácil usar seu dinheiro. Você baixa o aplicativo Mercado Pago e através dele você pode transferir o dinheiro para uma conta bancária cadastrada, comprar outras coisas e até mesmo pagar contas ou recarregar o celular.

No vídeo abaixo eu falo mais sobre minha experiência com o Mercado Livre:


Enjoei

Eu costumo dizer que o Enjoei é mais "metidinho", já que a taxa de venda é maior (20% em cima do valor da venda + taxa de anúncio de R$2,50) e quem compra lá costuma valorizar mais o produto em sí e não leva em  consideração só o preço. Quer dizer: normalmente o público do Enjoei vai pagar o valor que for pela camiseta básica branca se for por causa da marca ou por ser vintage, por exemplo. Fora que o site todo é super estilosinho e ligado nas tendencias da internet, então sempre vai ter alguma referência a memes ou algo que esteja bombando nas redes, e isto faz do site um lugar perfeito para alcançar um público jovem e antenado.
O ponto mais negativo pra mim em relação ao site é na hora de receber o dinheiro das vendas: Leva um bom tempo para liberarem o valor e você não consegue fazer a transação de transferência para sua conta pelo aplicativo e precisa acessar o site web - o que é um saco para quem tá acostumado a resolver tudo pelo celular.

Logo logo faço um vídeo mostrando pra vocês como vender e posto aqui ;-)

Qualquer dúvida pode colocar nos comentários que se eu souber esclareço pra você.

E aí? Bora desapegar e ganhar um dinheirinho?

Beijo da Tia :*


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Restaurando couro sintético

Teste da Tia: Máscara facial negra, da Avon

Teste da Tia - Renew Hydra, da Avon