Papeando sobre: Uma mulher cristã pode ser feminista?


Opa! Tudo em ordem?

A Tia aqui fala bobagem mas também fala sério quando tem que falar. Então vamos lá:
Muita gente acha "Feminismo" um palavrão e acha que é a luta da mulher para ser superior aos homens, mas na maioria dos casos não é nada disso, e digo isso porque independente da causa sempre tem extremista e gente se aproveitando pra causar. 

A feminista nada mais é do que a pessoa que acredita na igualdade social, política e econômica entre os sexos (lembra da música Flawless da Beyoncé?). Não é a luta para ser superior aos homens. Não é um movimento para que nenhuma mulher seja mãe ou dona de casa. Não é nada que te obrigue a abortar ou largar seus filhos pra sair militando pela rua. Na verdade é muito pelo contrário: o feminismo de verdade só luta para que a mulher seja respeitada e tenha voz como os homens tem, para que sua vontade e opinião sejam respeitadas. Acredito que o principal equivoco é enxergar o feminismo como uma coisa distante, e digo isso por experiência própria - Minha mãe criando duas filhas sozinha depois de ter sido abandonada por meu pai foi a imagem do feminismo, e mesmo assim eu própria detestava o feminismo, porque eu achava que era o culpado por ter que trabalhar fora. A gente não enxerga que o feminismo só serve para que a gente possa se defender dos machismos e abusos do dia a dia. 
Esses dias entrei numa discussão no Facebook (eita falta do que fazer) nos comentários de uma página que postou um meme que dizia "Ou você é cristã ou feminista, as duas coisas não dá". Fiquei muito irritada pela postagem que é totalmente equivocada, e também fiquei surpresa em ver tanta mulher sendo contra ao feminismo, como se ele fosse tirar delas suas famílias e feminilidade. Mas a verdade é que quando uma mulher pensa assim provavelmente foi criada por uma família com bases patriarcais, e por isso pensa dessa maneira. 

O que as mulheres tem que entender que o feminismo é simplesmente você lutar por respeito! Respeito por trabalharem fora e ganharam um salário justo, ou respeito por escolher ser dona de casa e servir a comida do companheiro, ou ainda respeito por não ser casada e nem ser mãe. RES-PEI-TO. Só isso.

Voltando ao post do Facebook: Eu, do fundo do coração, acredito sim que ser feminista não bate de frente de forma nenhuma com os preceitos bíblicos e a fé cristã. Quer pessoa que mais lutou por tratamento digno a todos do que Jesus? Em algum momento ele disse que era pra repartir o pão e o peixe mas que deveria ser dado menos as mulheres? Ou que quem quisesse segui-lo podia seguir, menos as mulheres porque podem engravidar e acabar atrapalhando?

Fiz um vídeo falando um pouco mais a respeito, dá uma olhada:


Vou esclarecer algumas coisas que ouço por aí para que você possa, ao menos, refletir sobre o assunto: 

  • Sou casada e tenho filho, não posso ser feminista: O feminismo não é contra o casamento ou maternidade, é contra a mulher fazer algo que não queira pra se adequar a sociedade. Se você quer ser casada e ter filhos, ok! Mas se não quer ninguém pode te obrigar ou julgar. 
  • Eu nunca faria um aborto, então não posso ser feminista: Uma feminista luta para que o corpo e a saúde da mulher seja respeitado. Você não precisa fazer nada que não queira, contanto que respeite a decisão da outra. 
  • Sou dona de casa e não quero trabalhar fora, não posso ser feminista : Você enfrentar uma sociedade que tenta te convencer que uma dona de casa não tem valor e decidir trabalhar em casa é um ato de feminismo. 
  • Sou cristã e escolhi ser "submissa" meu esposo, então não posso ser feminista: Você é livre pra ter a crença que quiser ter, e contanto que você tenha escolhido isso pra si e seja feliz assim, tudo bem! 
  • As feministas acham que só a violência contra a mulher é errada e diminui o sofrimento dos homens: Uma coisa não tem nada a ver com a outra: O feminismo foca na violência contra a mulher por ser sempre crimes passionais, crimes que acontecem porque algum homem se achou no direito de machucar uma mulher por ela ser mais frágil, por não respeitar a decisão de uma separação, ou um assédio que acontece porque a mulher é vista como objeto. Mas é claro que qualquer tipo de violência e horrível e deve ser combatida.
  • Feminismo é mimimi: Enquanto uma mulher tiver que pedir a um homem que a acompanhe até em casa porque é perigoso mulher andar sozinha a noite, enquanto uma mulher ficar preocupada com o cara que tá em pé atrás dela no transporte coletivo, o feminismo continuará sendo importante. 
E aí? O que você pensa sobre isso? Me conta!

Beijo da Tia :*

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Restaurando couro sintético

Teste da Tia: Máscara facial negra, da Avon

BB Cream Clearskin Avon