Papeando sobre: A primeira saída sem o bebê.


Hoje sai sem criança pela primeira vez em 13 meses. Esperei por esse dia ansiosamente, e o desejava mais a cada crise de choro e noite mal dormida. Precisava de um dia de Leila, e não de mãe de dois.
Chegou o dia. Escolhi um vestido longo, roupa que não consigo usar com uma bebê. Cabelo solto ao invés do coque de todo dia e um brinco grande porque não corria o risco de que fosse arrancado da minha orelha. Fui ao cinema com uma das minhas melhores amigas, amiga esta que inclusive ficou muito comigo em casa quando não podia sair. Conversamos, passeamos em lojas, comi pipoca sem ter que tirar o piruá. Mas nada disso tirou da minha cabeça a bebê que eu tinha deixado em casa. Ela ficou com o pai, não poderia estar em melhores mãos. Só fiquei 4 horas fora, quase nada comparado as 24 x 395 que me dediquei a ela. E mesmo assim o sentimento era de culpa.
Talvez você não tenha filhos ache que é exagero. Talvez você que teve filhos há um tempo não se lembre de ser assim tão difícil, eu também já havia me esquecido dessa sensação. Mas tudo o que posso dizer é que o melhor de ter tirado essa folga foi ter pego ela no colo quando voltei. Mas vai ver ser mãe é isso mesmo: querer sumir e incluir os filhos no plano de fuga.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Restaurando couro sintético

Teste da Tia: Máscara facial negra, da Avon

Teste da Tia - Renew Hydra, da Avon