Introdução alimentar: um papo com Ana Beatriz Sonoda do blog Sobrenome? Mãe!

Oi, gente! Tudo bem aí?
Ter amigos é ótimo, né ? E ter amiga inteligente, blogueira e cheia de dica boa é o que , minha gente? Sucesso!
Eu e a Ana do Blog Sobrenome? Mãe! nos conhecemos há uns três anos, mas os laços se estreitaram depois que engravidamos com poucos meses de diferença. Desde então a gente troca muita informação, e numa dessas conversas percebemos que, quando o assunto é introdução alimentar, as recomendações dos pediatras podem variar bastante. . .
As principais dicas que temos para você, cuidador que está para começar a introdução alimentar ou já começou mas que não está satisfeito com o quanto seu bebê está comendo são essas:


  • Varie a textura dos alimentos: Apesar de associarmos papinhas aos bebês nem sempre ela é bem aceita por eles. Caso perceba que seu bebê não se anima muito com a gororobinha experimente dar o alimento menos processado , em pedaços (método blw ), purês . . . 
  • Abuse dos temperinhos naturais: Enquanto o excesso de sal e condimentos artificiais devem ser evitados ao máximo, temperos como oregano, salsa, cebola e alho estão super liberados, já que possuem grande quantidade de nutrientes e tornam o papazinho bem mais atrativo. 
  • Extenda a alimentação saudável do bebê para a família toda: Pode parecer drástico, mas isso só tende a dar certo, já que assim o bebê tem mais incentivo vendo que todos comem como ele, você terá menos trabalho cozinhando de uma vez para todos e todos acabaram consumindo uma refeição com mais qualidade. 
Abaixo você pode ver nossa conversa e aproveitar algumas outras dicas:


Tem muito mais informações legais e úteis nas redes sociais da Ana: Instagram @sobrenomemae e Facebook /sobrenomemae

E aí? Já passou por essa fase ou ainda vai passar? Conta pra gente! 

Beijo da Tia :*


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Restaurando couro sintético

Teste da Tia: Máscara facial negra, da Avon

BB Cream Clearskin Avon