A naturezas testa as mães.

A natureza testa a mãe. É testada quando o corpo muda drasticamente durante nove meses. Quando sente dores terríveis durante o parto ou após ele. Quando depende dela o sustento de outro ser humano, num período em que não consegue nem ao menos cuidar de sí. Testa quando é priva de sono por meses a fio. Quando tem os cabelos puxados, o seio mordido, o rosto arranhado, choro no ouvido. E também quando olha a sua volta e percebe que já não tem a atenção que recebia durante a gestação. Testa ao ter que aguentar uma birra, uma resposta mal criada. Testa quando vem a rebeldia e a falta de gratidão da adolescência. A natureza testa as mães para ver o quanto resistem, sem gritar, sem chorar, pra ver se continuam amando incondicionalmente. "Até quando ela vai aguentar?" "Não vai enlouquecer?"
Não parece justo.
Mas as mães contrariam as probabilidades. E continuam sorrindo e amando quando qualquer um teria desistido.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Restaurando couro sintético

Teste da Tia: Máscara facial negra, da Avon

BB Cream Clearskin Avon