Queda de cabelo no pós parto

Oi gente! Firmeza? Hoje vamos falar de um assunto delicinha pra você que acabou de parir: A queda de cabelo.

Ah, o pós parto... Que período lindo na vida da mulher, não? Você que estava acostumada a ter uma barriga tão linda, recebendo elogio de todo mundo, de repente se vê com uma barriga mole e inchada, peito tão inchado quanto a barriga, só que duro explodindo, um corte (seja ele onde for) doendo pra caramba, sem nenhuma roupa que caiba bem, olheiras até o queixo. Não pode ficar pior, né? Claro que pode! Que tal ficar quase careca?

Quando engravidei estava com um problema na tireóide e meu cabelo havia caído muito, e o que ficou estava super fraco. Tive até que cortar na altura da orelha fazendo a Beyoncé no Grammy 2014 versão pobre.

Durante a gravidez foram nascendo vários cabelinhos novos e o cabelo foi crescendo super forte, não caía um fiozinho sequer! No fim da gravidez eu estava com mais cabelo do que tive na minha vida inteira. Torci tanto pra essa tal queda do pós parto não me afetar... Até que após dois meses do parto da Isa, começou.
O cabelo caia principalmente durante a lavagem (quase nunca então, já que com bebê pequeno não dá tempo. Mentira. Mas é quase isso. rs), e caía aos tufos. No auge da queda comecei a secar o cabelo no quintal, porque eu chorava muito quando secava no banheiro e via a quantidade de cabelo que caía...
Então resolví procurar um dermatologista que me explicou o seguinte:

-O cabelo da gente nasce, cresce, passa por uma fase de repouso (fica lá, de boas paradinho), e depois cai. Durante a gestação o cabelo que tá de boas continua de boas devido a ação dos hormônios. Quando a mulher dá a luz os hormônios levam um tempinho pra voltar ao normal, variando de mulher para mulher, e quando volta ao normal aqueles cabelos que estavam de boas começam a cair. Isto é: Não é que o cabelo cai mais do que o normal, a verdade é que o cabelo que cai é aquele que deveria ter caído durante os nove meses de gravidez e não caiu. Tendo em vista que a média é de 100 fios caindo por dia normalmente, imagina a quantidade de cabelo de boas que passa a cair no pós parto! Então essa queda não deve preocupar, porque você não vai ficar careca, só vai voltar a ter a mesma quantidade de cabelo que tinha antes da gravidez ( e todas que tem pouco cabelo como eu choram).
-É importante, claro, ir observando. Se você notar grandes falhas no couro cabeludo sem sinal de cabelos novos no local é bom sim procurar um médico, já que possivelmente não se trata da queda normal e sim de qualquer outro problema que deve ser investigado.
-Medicamentos como Pill food, Pantogar ou Exsynutriment podem ajudar, mas não diminuindo a queda. Eles fortalecem os cabelos que estão em fase de crescimento, ajudando-os a crescer mais rápido e aumentando logo o volume do seu cabelo.

Meu cabelo caiu dois longos meses e meio e agora já está parando, caindo só o normal. Eu optei por não tomar nenhum dos medicamentos que citei acima por motivos de falta de grana e fui tratando bem dos sobreviventes pra que eles ficassem felizes e não quisessem me deixar também. Mentira. Cuidei deles para que não ficassem fracos e quebrassem, caindo assim por outro motivo. E funcionou, os que que ficaram estão até que bonitinhos. Quer dizer, cuidei é modo de dizer, né? O máximo que dá pra fazer com um bebê querendo tetê do lado de fora do banheiro é passar uma máscara de hidratação no lugar do condicionador e já tá ótemo.

Então é isso. Não priemos cânico! No fim da tudo certo. Ok?

Essa foi a dica da tia. Beijo!


Comentários

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo!

Postagens mais visitadas deste blog

Restaurando couro sintético

Teste da Tia: Máscara facial negra, da Avon

Teste da Tia - Renew Hydra, da Avon